Aguarde, carregando...

R. Mulata Lima, 57, Bairro de Fátima - Campo Maior/PI

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) da FACAPI apresenta como regulamento os procedimentos de avaliação do Sistema Nacional da Educação Superior (SINAES), instituído na Lei nº 10.861, de 14 de abril e 2004.

A Faculdade de Ciências Aplicadas Piauiense dispõe de uma CPA atuante no contexto organizacional, tendo em vista reconhecer que a presença dessa comissão extrapola a obrigação legal e alcança a importância de construir uma cultura dentro da instituição que incentive, fortaleça e valorize a identificação de fragilidades nos processos de trabalho, a fim de proceder com as ações de melhorias necessárias, assim como ampliar as ações identificadas como positivas. Essa compreensão é um pilar de extrema relevância que sustenta o processo de avaliação institucional da FACAPI.

Na avaliação referente ao ano de 2020 foram mensuradas as seguintes dimensões: missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI); política para o ensino, pesquisa, pós-graduação, extensão e as respectivas normas de operacionalização; responsabilidade social; comunicação com a sociedade; políticas de pessoal, de carreira do corpo docente e do corpo técnico-administrativo; organização e gestão da Instituição; infraestrutura física; planejamento e avaliação; políticas de atendimento aos estudantes e sustentabilidade financeira; estas dimensões indicadas pelo SINAES, foram direcionadas para os quatro eixos avaliados pelo instrumento de avaliação externa.

No que diz respeito à missão e ao Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) as respostas da comunidade acadêmica demonstram que 27,88% conhecem a missão da IES. Sobre a política para o ensino, pesquisa, pós-graduação, extensão e as respectivas normas de operacionalização foram destacados os pontos fortes da Instituição e, quanto à participação em projetos, iniciação científica, extensão e monitoria, não foram apresentados pontos fracos, somente potencialidades que superaram o que foi previsto no PDI.

No indicador relacionado à Responsabilidade Social verificou-se que a Instituição vem cumprindo objetivamente sua missão, já que foi evidenciado um índice geral de satisfação, ratificando o pleno andamento das metas estabelecidas no PDI. Na comunicação com a sociedade os resultados demonstraram que a IES vem mantendo sua comunicação com a sociedade, mas que é necessário um maior investimento em dispositivos, sistemas e meios de comunicação para o auxílio de deficientes visuais e auditivos.

As políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo foram bem avaliadas e verificou-se que a FACAPI vem mantendo e cumprindo suas obrigações, bem como sua política de gestão de pessoal, tanto docente como técnico-administrativos.

Em infraestrutura física, com a aquisição da nova unidade a avaliação foi positiva e atesta que a Instituição melhorou a qualidade de sua estrutura física. Planejamento e avaliação também foram avaliados e o resultado mostrou que a FACAPI operacionaliza seu planejamento, principalmente a partir do descrito no PDI, bem como avalia as atividades para retroalimentar este planejamento e dinamizar suas atividades. E sobre a Sustentabilidade Financeira verificou-se que os excedentes financeiros são aplicados única e exclusivamente na instituição de ensino mantida e, que a Instituição tem em seu planejamento orçamentário a previsão de investimentos em acervo bibliográfico, equipamentos e mobiliários, e pesquisa/extensão.

O relatório de autoavaliação deve se consolidar como um instrumento de planejamento e gestão da IES, uma vez que fornece um diagnóstico da realidade onde foram apontadas as potencialidades e fragilidades das ações desenvolvidas.

 

EXTRATO DO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL REFERENTE AO ANO DE 2020

A Faculdade de Ciências Aplicadas Piauiense - FACAPI dispõe de uma CPA atuante no contexto organizacional, tendo em vista que a presença dessa comissão extrapola a obrigação legal e alcança a importância de construir uma cultura dentro da instituição que incentive, fortaleça e valorize a identificação de fragilidades nos processos de trabalho, a fim de proceder com as ações de melhorias necessárias. Essa compreensão é um pilar de extrema relevância que sustenta o processo de avaliação institucional da FACAPI.

Vale ressaltar que outro pilar importante versa em torno da participação de todos os atores da comunidade acadêmica no processo avaliativo, cada um imprimindo seu olhar e suas percepções, mas compartilhando objetivos comuns, estes direcionados para a melhoria contínua das práticas acadêmicas e administrativas desenvolvidas pela instituição. De maneira inovadora, a CPA da FACAPI prioriza a participação da sociedade ao longo de todo o processo, realizando levantamento de demandas e abrindo suas portas para rodas de conversas e momentos de decisões coletivas.

Nessa perspectiva, a CPA realiza avaliações contínuas dos processos de trabalho desenvolvidos na instituição e socializa seus resultados para a comunidade acadêmica, como forma de envolver todos na melhoria organizacional contínua. A avaliação de 2020 foi aplicada em toda a Faculdade, olhando-se para os aspectos institucionais de uma maneira geral (estrutura, processo e resultados) e para o desempenho docente.

A CPA acompanhou de perto todo o processo de avaliação institucional, inclusive a aplicação dos questionários junto aos atores envolvidos. Dessa forma, foi possível perceber algumas fragilidades, a saber: formulários com muitos questionamentos, tornando a avaliação uma tarefa cansativa para a comunidade acadêmica; uso de siglas que dificultaram o entendimento de algumas perguntas; unificação dos formulários aplicados a alunos, professores e colaboradores, deixando o processo confuso em alguns momentos, além de comprometer a análise dos dados, exigindo que a CPA realizasse um processo de validação dos dados.

Os resultados da avaliação institucional apontam para a necessidade de redesenhar alguns processos acadêmicos junto às coordenações de cursos, sobretudo no tocante ao fortalecimento das atividades de campo, como forma de fortalecer a interação teoria e prática. Ademais, aspectos estruturais precisam também ser discutidos com as lideranças administrativas, sobretudo no que diz respeito à limpeza e organização de alguns setores coletivos da instituição. Outras recomendações constam no relatório geral da avaliação já encaminhado para a Gestão Acadêmica da Instituição, as quais serão socializadas e trabalhadas ao longo do ano de 2020.

Precisa de ajuda?

telefone
Fale conosco
(86) 99414-5182
Ligar agora
telefone
Suporte via whatsapp
Seja atendido agora
Iniciar